Como melhorar o marketing da sua empresa com a criação de personas

Quantas vezes você já falou a frase: “Eu vendo para todo mundo, não importa a idade, gênero ou classe social. ”. Pois é, esse é um dos grandes problemas da maioria das pequenas e médias empresas, acreditam que vendem para todo mundo, sem definição de um público específico. Assim acabam desperdiçando dinheiro e esforços em marketing, literalmente, “atirando” para todo lado.

Mas se você já tiver um público-alvo definido, por exemplo, homens de classe média, entre 20 a 50 anos. Ainda assim você não consegue direcionar suas campanhas de formar efetiva, atingindo pessoas que não lhe interessam.Acerte o alvo com a criação de personas

Com isso em mente, Alan Cooper, estendeu o conceito de público-alvo e desenvolveu um método para segmentar ainda mais esse público, definindo seus interesses, pensamentos, gostos e hábitos. E o chamou de Buyer Personas.

Entendendo bem o conceito de Persona, podemos definir com clareza estratégias de marketing direcionadas para cada público, tendo assim maiores taxas de retorno sobre o investimento.

Mas então, o que é uma Persona?

Persona, é um personagem fictício criado para ajudar a empresa a definir o seu cliente ideal. Esse personagem deve ter o máximo de detalhes possível, por exemplo: características físicas, idade, desejos, incômodos, atividades comuns, desafios, fontes de informações, etc.

Se você já tem uma empresa, basta você vasculhar sua base de clientes e garimpar os pontos em comum entre eles. Se você ainda não tem, olhe para o mercado e reflita quem seria seu cliente perfeito.

Algumas questões para ajudar você a criar as personas da sua empresa:

· Características físicas e psicológicas do cliente

· Quais assuntos ele busca

· Quais as atividades mais comuns que ele exerce

· Qual sua formação escolar, quais seus objetivos

· Quais seus principais obstáculos

· Em que ele já acredita

· Do que ele tem medo

· Como é a relação dele com o dinheiro

É importante você dar um nome a essa persona, por exemplo, “João Pedro”, com isso você consegue deixar mais real esse conceito, outro ponto importante é descrever em uma folha, assim fica mais fácil de compreender e explicar a todos os colaboradores da empresa sobre esse cliente ideal.

Cada negócio vai ter uma quantidade “X” de personas, não existe um ideal, mas provavelmente essa quantidade ficará entre 2 a 10. Quanto mais específico esse detalhamento, melhor você vai entender o seu cliente e potencializar suas estratégias.

Defini as personas do meu negócio, e agora?

Bom, agora que você já sabe para quem está vendendo, tudo ficou mais fácil. Sua empresa terá um norte, entendendo quem é seu cliente, suas histórias, problemas, desafios e objeções.

Essa será a chave para o seu sucesso, pois guiará todas as suas decisões. Toda vez que for investir em publicidade ou criar uma estratégia de negócio, pense: “Qual persona eu quero atingir? Qual o problema dessa persona que estou solucionando? ”. Com isso você terá maiores chances de fazer escolhas mais assertivas.

Lembre-se sempre de aprimorar essas personas e melhorar suas estratégias com base nos resultados.

Planeje, execute, verifique e aja! Mantenha esse ciclo.

No próximo artigo explico a diferença entre produto e oferta, e como utilizar as personas para criar anúncios que geram mais vendas.

Assuntos relacionados:

  • Nenhum assunto relacionado

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>